Colóquio Jorge Amado 2014

A Academia de Letras da Bahia e a Fundação Casa de Jorge Amado promoveram o Curso Jorge Amado 2014 – IV Colóquio de Literatura Brasileira nos dias 26 a 29 de agosto de 2014. O colóquio marcou o romance “Subterrâneos da Liberdade”, que completou 60 anos de publicado. A ALB, desde 2011 incluiu o referido evento ao seu calendário oficial de cursos, devendo o mesmo ocorrer todos os anos, sempre em agosto.

Nessa edição tivemos na abertura oficial uma conferência do Professor Doutor da UFMG, especialista em Jorge Amado, Eduardo Assis Duarte. Na mesma data foi lançado o livro Jorge Amado: Cacau - A volta ao mundo em 80 anos, contendo as palestras apresentadas no Colóquio de 2013.

No primeiro dia ocorreram as sessões de comunicações seguidas de mesa redonda com a presença dos professores: Márcia Rios (UNEB) “Os subterrâneos da liberdade: lembrar para não esquecer”, Paulo Silva (UNEB) “O romancista como historiador: Jorge Amado e a história“ e Sayonara Amaral (UNEB)“Jorge Amado, autor de prefácios

No segundo dia também após a realização das Sessões de comunicações se formou mesa redonda com os professores Marcos Silva (USP) “Jorge Amado e a crítica da dominação: “Os Subterrâneos da Liberdade” e “Tenda dos Milagres”, Gustavo Ribeiro (UFBA) “Sob o signo da exceção: Jorge Amado, Graciliano Ramos e Ana Rosa Ramos (UFBA) “Revolução e liberdade”. Finalizando as atividades do dia com o lançamento do livro “Visitações à obra literária de Judith Grossmann”, Ligia Telles e Evelina Hoisel (org.) EDUFBA

Encerrando as atividades do Curso Jorge Amado 2014, Paloma Jorge Amado deu um depoimento com o tema “A amizade é o sal da vida”, acompanhado de homenagem ao escritor João Ubaldo Ribeiro. Contamos também com a apresentação do cenógrafo Gringo Cardia falando sobre o projeto de criação do Memorial Casa do Rio Vermelho e com uma apresentação musical.